José Bueno de Almeida
1955 à 1959

Nasceu em Eloi Mendes, em 11 de agosto de 1891, quando aquela cidade era distrito de Varginha. Veio para Varginha antes do final do século passado. Aqui ficou órfão de pai, ainda muito jovem e, como filho mais velho, conheceu logo as responsabilidades dos encargos familiares.

Viu Varginha ainda pequena e humilde (sem luz, sem pavimentação, sem água e, por isso, buscava água nas Três Bicas, que servia as poucas casas do lugar), e com precárias condições de higiene causando o tifo devido às contaminações das águas.

Trabalhou como escrevente do Cartório de seu tio, um dos primeiros escrivões. Depois foi encaminhado à farmácia de Tonico Xavier, que era o médico e o chefe político da cidade. Ali, aprendeu, através de sua habilidade e bondade, prestando serviços aos menos favorecidos, o gosto pela vida pública. Depois teve a sua própria farmácia, instalada em sua própria casa a rua Antônio Carlos, a princípio em sociedade com amigos, depois sozinho e, mais tarde com a ajuda dos filhos, sobretudo de José Ribeiro de Almeida.

Apelidado como o "Seu Juca da Farmácia", era o médico, o conselheiro, o amigo, o avalista, o padrinho, o compadre, o parente. Sempre atencioso e com um sorriso nos lábios não deixara de atender a todos a qualquer hora do dia ou da noite. Sua vida transcorreu voltada para os outros e esquecida de si mesmo. Não fez patrimônio, pois nunca teve tempo para isso. Depois da redemocratização do Brasil, em 1945, foi um dos fundadores, neste Município, da União Democrática Nacional e sob a legenda desse partido disputou desde então, todos os cargos eletivos da cidade.

Foi vice-Prefeito da cidade, em 1947. Em 1954, numa das eleições mais disputada da cidade, surgiu como a bandeira de um grupo político, integrado pela UDN, pelo PR, pelo PSP, e pelo PRP, em coligação denominada FRENTE POPULAR VARGINHENSE e venceu as eleições ao lado do Vice-Prefeito Dr. João Eugênio do Prado.

Já no primeiro mês de governo, reformou o Mercado Municipal, que estava interditado, pois ameaçava ruir. Construiu um extenso emissário de esgoto, desde a Praça Marechal Deodoro até o Jardim Andere, dotando uma grande área da cidade desse importante melhoramento.

Pavimentou com bloquetes a Avenida Major Venâncio. Fez a remoção do cemitério velho e a sua terraplenagem no alto da Avenida Rio Branco, hoje Praça José de Rezende Paiva, reforçou o abastecimento de água da cidade, perfurando vários poços artesianos.

Participou diretamente na eleição de 5 Prefeitos: José Rezende Paiva, José Braga Jordão, Dr. Jacy de Figueiredo, Dr. João Eugênio do Prado e seu próprio filho Aloysio Ribeiro de Almeida.

Durante 22 anos, José Bueno de Almeida atuou numa política altamente benéfica para Varginha. Foi tudo que um homem público pode almejar:
- Juiz de Paz
- Vice - Prefeito
- Prefeito
- Vereador
- Presidente da Câmara

Disputando sempre as eleições sem vaidades e sem temores. Católico convicto e ardoroso, membro assíduo do Apostolado da Oração, José Bueno de Almeida sempre deu testemunho de fé e humildade.

Faleceu no dia 23 de fevereiro de 1980, com quase noventa anos, na mesma e simplicidade com que sempre viveu.

Siga-nos no Twitter!!

Precisando de orientações?

Nossa equipe está disponível de segunda à sexta,
as 8h às 18h para auxiliá-lo(a).

- Pça. Governador Benedito Valadares, Centro
  37002-020, Varginha - MG

- 35 3219 4757

 

Perguntas Frequentes

JoomShaper