Dr. João E. de Prado
29º Presidente
1967 à 1969

Nasceu em Alfenas no dia 10 de novembro de 1896, filho de Eugênio Horta de Lemos Prado, foi agricultor e pecuarista. Agricultura e criação de gado jamais atraíram a sua personalidade onde já existia, em potencial, o gosto pelas ciências, principalmente a Medicina. O menino gostava da vida urbana, das festividades, dos amigos, enfim, da vida social. Sua mãe, Amélia Augusta do Prado, que residia em Alfenas, foi sua Professora primária. Estudou no Colégio São José, em Carmo de Minas, até o 3o ano. Terminou seu curso secundário no Colégio Paula Freitas, no Rio. Formou-se em Medicina em Farmácia pela Universidade de Minas Gerais. Lecionou Bromatologia e Farmacologia na Faculdade de Farmácia e Odontologia de Alfenas e Física e Química no Ginásio São José da mesma cidade.

O que mais destacava na sua personalidade humana, compreensiva, inteligente e de marcantes inclinações científicas, era o coração. Parecia que ele o possuía maior que todos. Fazendo da Medicina um sacerdócio exemplar, tratava dos interesses do cliente com aquela dedicação, sem egoísmo, aquele interesse sincero, com uma atitude cheia de devotamento, como se o problema tivesse ligado à sua vida particular. A vocação pela carreira que abraçou era um atributo atávico. Casou-se com Dona Maria Nazareth do Prado, em Alfenas no dia 24 de janeiro de .916, e tiveram 4 filhos: Maria Conceição Prado, Marina Prado do Castro, Mauro Eugênio do Prado, Marília Prado Reis. Iniciou sua carreira em Cabo Verde, que lhe conferiu o título de cidadão honorário. Reside em Varginha desde 1943. Ficou viúvo em 10 de abril de 1.956.

Em Varginha, além de intensa atividade médica, foi candidato a Deputado Estadual, conseguindo honrosa suplência, foi Prefeito, Vice-Prefeito e Presidente da Câmara do Vereadores. Pertenceu ao Lions Clube, tendo sido também Presidente da Divisão do mesmo Clube. Em 20 de outubro de 1961 casou-se com Dona Hilda Mata do Prado. Pertenceu também a Academia de Letras, Artes e Ciências, além de ter virtudes como Mestre em declamar em Prosa e Verso. Quando Presidente da Câmara Municipal, Dr. João Eugênio do Prado, postulou a realização de convênio entre o IPSENG e a Prefeitura Municipal. Na época, o Deputado Morvan Acayaba de Resende, foi pronto em solucionar esta realização. - Ampliou e incentivou a Biblioteca Pública Municipal. * Com a visão de Dr. João Eugênio do Prado, foi implantando um pequeno serviço de urgências médicas, hoje Pronto Socorro aos Munícipes carentes de nossa cidade. Autor do ante projeto de Lei que dava apoio a reforma do ensino da cidade.

Ainda na Câmara Municipal, a após mais tarde Prefeito Municipal, foi conseguido autorização para implantação de Tiro de Guerra em nossa cidade, mas concluída e inaugurada na administração do Prefeito Aloysio Ribeiro de Almeida. O Tiro de Guerra, ora criado na época era chamado Tiro de Guerra 308. * Dr. João Eugênio do Prado, além de literato, foi um do grandes incentivadores para a criação do Pavilhão e do Brasão do Município de Varginha, devido sobretudo ao seu espírito cívico. Mais tarde foi criado através de concurso o Hino Oficial da Cidade de Varginha, cuja as suas irmãs Marina e Maria da Conceição foram responsáveis pela música e letra. Faleceu em 26 de abril de 1985, nesta cidade.

Siga-nos no Twitter!!

Precisando de orientações?

Nossa equipe está disponível de segunda à sexta,
as 8h às 18h para auxiliá-lo(a).

- Pça. Governador Benedito Valadares, Centro
  37002-020, Varginha - MG

- 35 3219 4757

 

Perguntas Frequentes

JoomShaper